São José dos Campos, 16 de Julho de 2018

Buscar:


Facebook



LinkedIn

LinkedIn

Notí­cias

10.07.2012

Rússia está de olho em parceria com o Parque

Tendo como 'mentor' o engenheiro joseense Ciro Bondesan, o governo argentino articula a construção de um parque industrial do setor aeroespacial na província de Moron, próximo a Buenos Aires. Bondesan já esteve no local levando plantas e projetos do Parque Tecnológico de São José, que será utilizado como modelo.
Público-privado
A intenção dos investidores é formar um consórcio entre uma sociedade anônima e a estatal da província de Moron, a União Industrial do Oeste.
Estrutura
No local, onde já existe uma pista da Força Aérea Argentina, haverá espaço para manutenção de aeronaves, serviços de suporte técnico e setores destinados a receber empresas da indústria aeronáutica. Segundo Bondesan, o sonho dos argentinos é levar um braço da Embraer para o local. É bom lembrar que a Argentina é um dos países envolvidos no desenvolvimento do cargueiro KC-390. O Parque Tecnológico realiza no final de agosto um evento voltado para que empresas suecas apresentem seus produtos e projetos na região. Entre as empresas está a Saab, uma das finalistas na concorrência do F-X2.
Após a Dassault anunciar parceria com o Senai na construção de um centro de formação voltado para a indústria aeronáutica e de defesa em São José, a Boeing seria outra finalista do F-X2 a negociar sua participação do centro de formação.
No chão
Com previsão de iniciar sua operação em 2014, o centro do Senai segue sem parado. O início das obras depende da concessão de licenças ambientais.
O BRASIL ATINGIU NESTA SEXTA-FEIRA (6), A MARCA DE R$ 779 BILHÕES DE TRIBUTOS FEDERAIS, ESTADUAIS E MUNICIPAIS PAGOS DESDE JANEIRO

A Schrader, do setor de autopeças, com sede em Jacareí, irá apostar no mercado de veículos pesados. A companhia anunciou a implantação da primeira linha completa de ferramentas hidráulicas para desmontagem de pneus agrícolas e OTR (Off Tire Road). Em Jacareí será instalado um Centro de Formação OTR, voltado para a capacitação de revendas e usuários no uso das novas tecnologias.
+carros
O grupo francês Faurecia, sexto maior fabricante de autopeças do mundo, estuda implantar um unidade na região para abastecer a chinesa Chery, que constrói sua fábrica em Jacareí. Anteontem, a empresa anunciou a construção de uma unidade em Limeira.
resultado
Após a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), os estoques de carros novos diminuiu de 43 para 29 dias de venda. A implantação do pacote de benefícios à indústria automotiva teria sido feita justamente pelo alto estoque de veículos no pátio das montadoras.
contramão
Balanço divulgado pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes e Veículos Automotores) mostra que, em junho, enquanto 356 pessoas foram demitidas da GM em São José, 1.900 contratações foram feitas pela indústria automotiva nacional.
empresas
O Sebrae promove na próxima semana três palestras voltadas a micro e pequenos empresários no Escritório Regional de Guaratinguetá. Os eventos acontecem nos dias 10, 11 e 12. Os eventos são gratuitos, mas as vagas limitadas. Informações e inscrições pelos telefones (12) 3132-6777 ou 0800 570 0800.


"Temos experiência no setor aeroespacial, investimento, mas não temos um Parque Tecnológico como o de São José. Fiquei surpreso"

MIKHAIL TROYANSKI

CÔNSUL-GERAL DA RÚSSIA NO BRASIL


"A Rússia é um dos Brics, como nós. Acho uma parceria muito importante, temos que levar a sério e aproveitar o máximo"

ALMIR FERNANDES

CIESP SÃO JOSÉ

Em visita a São José dos Campos na última semana, o cônsul-geral da Rússia no Brasil, Mikhail Troyanski, ficou encantado com o modelo do Parque Tecnológico.
Disse estar surpreso pelo fato de não existir algo semelhante em seu país, ainda que a Rússia invista muito mais no setor aeroespacial do que o Brasil.
Após conhecer as instalações do Parque e se encontrar com representantes do Cecompi (Centro para a Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista), Troyanski prometeu voltar à cidade, desta vez acompanhado de representantes do governo.
A intenção do encontro será promover parcerias no setor aeronáutico, aos moldes da região russa de Skolkovo, onde acordos com empresas japonesas e norte-americanas prometem transformar a região no 'Vale do Silício' russo.
"Podemos ter tecnologia para juntos construirmos helicópteros e aviões", afirmou Troyanski.
Caças.
A Rússia é sede da empresa Sukhoi, conhecida por seus caças militares. A companhia foi uma das concorrentes do programa F-X2, que prevê a compra de 36 caças pela Força Aérea Brasileira em encomenda estimada em R$ 10 milhões.
Troyanski foi transferido para o Brasil em novembro do ano passado.

Cônsul russo irá trazer autoridades de seu país para a região a fim de estreitar laços comerciais com empresas do Vale no setor aeroespacial
 

 

Fonte: O Vale

- Visualizar todos

Relacionados

Av. Tivoli, 563 - Vila Betânia CEP 12245-230 - São José dos Campos (12) 3921.7922

© 2011 CIESP - São José dos Campos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: DB9