São José dos Campos, 19 de Agosto de 2018

Buscar:


Facebook



LinkedIn

LinkedIn

Notí­cias

25.06.2018

Evento aeroespacial abre portas para novas parcerias em São José

São José dos Campos sediou, entre os dias 19 e 21 de junho, o Aerospace Meetings Brazil 2018, um evento internacional criado para estabelecer novos negócios entre as indústrias do setor aeroespacial. O evento reuniu, ao todo, 116 empresas do ramo e contou com mais de 300 participantes inscritos.

Para o coordenador do Cluster Aeroespacial Brasileiro, Marcelo Nunes, o evento foi importante, pois serviu para estreitar os laços entre as grandes empresas do setor aeroespacial.

"É de grande importância porque nós recebemos aqui mais de 10 países diferentes. No Brasil, hoje, nós temos 96 empresas que fazem parte do Cluster Aeroespacial Brasileiro e 40% delas estavam aqui nesse evento. É uma grande oportunidade de estabelecer parcerias com empresas internacionais e fazer negócios com essas empresas", avaliou Nunes.

CONTRATOS.

Na avaliação do coordenador do Cluster, é inevitável que as novas parcerias sejam fechadas após o evento.

"Tenho absoluta certeza de que, desse evento, surgirão novas parcerias e negócios. Afinal de contas, pré-agendadas nós tínhamos mais de 1.800 reuniões nesses dois dias. Nós temos 116 empresas e 300 participantes inscritos. Com esse número enorme de reuniões que nós tivemos nesse evento, vai ser inevitável que essas parcerias vão surgir", comentou.

Além das empresas brasileiras, participaram do evento empresas das indústrias da Argentina, Áustria, Canadá, China, Espanha, EUA, França, Itália, México e Suécia.

Na última semana, São José dos Campos foi classificada pelo jornal Financial Times como a 1ª cidade do mundo em pesquisa e desenvolvimento no setor aeroespacial.

Aproximação de Boeing e Embraer atrai olhares para a mão de obra em São José

A aproximação entre a Embraer e a Boeing tem transformado o setor aeroespacial brasileiro num foco não somente de produtos, mas também de mão-de-obra, segundo avalia o coordenador do Cluster Aeroespacial Brasileiro, Marcelo Nunes.

"Por conta dessa aproximação de Embraer e Boeing que a gente tem em relevância, hoje nós somos um foco interessante não só de produtos, mas principalmente de qualificação de mão-de-obra que a gente tem", explicou.

Na última semana, as ações da Embraer subiram após o 'aval' positivo do governo para o acordo com a Boeing. Na ocasião, as ações da empresa subiram 6,12%. Com o aval do governo, o negócio deve ser fechado e anunciado em breve. No entanto, ambas as empresas têm se limitado a confirmar a negociação.

 

Fonte: O Vale.

- Visualizar todos

Relacionados

Av. Tivoli, 563 - Vila Betânia CEP 12245-230 - São José dos Campos (12) 3921.7922

© 2011 CIESP - São José dos Campos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: DB9