São José dos Campos, 16 de Julho de 2018

Buscar:


Facebook



LinkedIn

LinkedIn

Notí­cias

20.04.2012

Embraer recupera mercado e amplia entregas no 1º trimestre

A Embraer, de São José dos Campos, registrou aumento de 21% no número de aeronaves entregues no primeiro trimestre do ano, ante o mesmo período de 2011. Foram 34 aviões entregues este ano contra 28 no primeiro trimestre do ano passado.
O maior crescimento foi no setor executivo. Foram 13 jatos entregues em 2012 contra oito no primeiro trimestre de 2011.
O balanço divulgado ontem pela empresa mostra que as entregas de E-Jets, segmento comercial da Embraer e principal fonte de receita da companhia, se mantiveram estáveis. Foram 21 aeronaves entregues no primeiro trimestre de 2012 ante 20 de 2011.
Para o economista da Unicamp, especializado no mercado aeronáutico, Marcos Barbieri, o resultado ainda não indica a recuperação plena do setor, o que mais foi afetado pela recessão da economia mundial.
“Em um trimestre, ainda é pouco para falar que há recuperação. Não que o resultado não signifique isso, mas é difícil afirmar com base em apenas um trimestre. É preciso mais alguns meses para ter uma ideia melhor. O segmento executivo é sempre o primeiro que é afetado e o primeiro que se recupera de uma crise” afirmou Barbieri.

Vendas. Das 13 aeronaves do segmento executivo entregues no último trimestre, 12 foram jatos pequenos (da família Phenom 100/300) e um grande, da família Legacy 600/650.
Entre os pequenos, o destaque foi a entrega da aeronave adaptada para serviços médicos, que foi o 300º jato da família Phenom e 100º jato executivo entregue para o mercado brasileiro.
No período, a Embraer anunciou a venda de três jatos Lineage 1000, maior aeronave do portfólio executivo da Embraer, avaliada em cerca de US$ 50,4 milhões (R$ 92 milhões), para a empresa chinesa de leasing Minsheng.

E-Jets. No segmento comercial, das 21 aeronaves entregues, foram dois E-175, 13 E-190 e seis E-195. Com isso, a família E-Jets chegou a 1.063 unidades, com encomendas de 60 companhias em 42 países.
Nos primeiros três meses do ano, a Embraer anunciou a venda de 10 E-195 para a companhia aérea brasileira Azul, um E-190 para a BA CityFlyer (subsidiária da British Airways) e um E-170 para a JAL, do Japão.

Entregas. Em 31 de março, a lista da Embraer de pedidos firmes para entregar era formada por 240 aeronaves e seu backlog (carteira de pedido) era de US$ 14,7 bilhões. No primeiro trimestre de 2011, o backlog da empresa era de US$ 16 bilhões.

Previsão. Com o resultado do trimestre, a Embraer manteve sua previsão inicial de entrega para 2012, de 105 a 110 jatos comerciais, de 75 a 85 jatos executivos leves e 15 a 20 jatos executivos grandes, atingindo uma receita líquida entre US$ 5,8 e US$ 6,2 bilhões.

 
Clique aqui
e curta a fan page do O VALE no Facebook


Parceria vai à Justiça dos EUA

Nova York (Folhapress)

A Sierra Nevada, parceira da Embraer, encaminhou moção à corte federal dos EUA contra a Força Aérea do país, que cancelou contrato de US$ 355 milhões vencido pela brasileira e ontem anunciou que vai recomeçar do zero a licitação. A Embraer ameaça não concorrer novamente.
"É importante para a transparência, a concorrência justa e a integridade do processo que o tribunal analise os resultados da investigação da Força Aérea e determine se as ações corretivas foram justificadas e razoáveis", diz Taco Gilbert, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Sierra Nevada.
Luiz Carlos Aguiar, presidente da Embraer Defesa, disse que a decisão da Força Aérea surpreendeu a empresa. "Como começa do zero um processo tão complexo como esse?" Segundo ele, a Embraer esperava que o edital tivesse ajustes, mas não que fosse inteiramente reformado.
O cancelamento do contrato vencido pela brasileira, em fevereiro, ocorreu em razão de supostas falhas na apresentação da documentação. Ao ser desclassificada, a americana Hawker Beechcraft acionara a Justiça dos EUA.
Hoje, a Força Aérea americana se reuniu com as duas empresas para apresentar o rascunho da futura licitação.
O novo edital deve sair em 30 de abril, mas o vencedor do contrato para a venda de 20 aviões turboélices só será conhecido em março de 2013.
 

SAIBA MAIS

Crescimento
retomada
Entregas no primeiro trimestre cresceram 21% em relação ao mesmo período de 2011. Foram 34 aeronaves entregues no 1º trimestre de 2012 contra 28 em 2011

E-Jets
estabilidade
Foram 21 E-Jets entregues no trimestre, sendo dois E-175, 13 E-190 e seis E-195

Executiva
aumento
Foram 13 jatos executivos entregues em 2012, contra 8 em 2011, sendo quatro Phenom 100, oito Phenom 300 e um Legacy 650

Previsão
sob controle
Resultado manteve previsão da empresa de entregar em 2012 de 105 a 110 jatos comerciais, de 75 a 85 jatos executivos leves e de 15 a 20 jatos executivos grandes.

 

 

Fonte: O Vale

- Visualizar todos

Relacionados

Av. Tivoli, 563 - Vila Betânia CEP 12245-230 - São José dos Campos (12) 3921.7922

© 2011 CIESP - São José dos Campos - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: DB9